Pesquisa IBGE: municípios oferecem mais serviços online para a população.

Dado do IBGE mostram que os governos estaduais e municipais estão oferecendo, cada vez mais, serviços virtualmente para a população.

Segundo o levantamento feito no ano passado e divulgado em dezembro deste ano, 97% das cidades brasileiras tem portais onde o cidadão pode solicitar serviços, como agendamento de consultas, informações sobre licitações, emissão de certidões negativas e acesso aos diários oficiais, legislação e finanças públicas.

“O uso da tecnologia pode gerar muitos benefícios para o gestor público. Entre eles estão a segurança na tomada de decisões, transparência, simplificação de processos e otimização de recursos”.

De acordo com a pesquisa, informações sobre licitação eram disponibilizadas em 61,3% das páginas de prefeituras em 2014, passando para 90,9% em 2019. O acesso à documentos (69,3%) e ao Diário Oficial, à legislação estadual e às finanças públicas (79,8%) também avançou no período. Contudo, apenas 39,1% das prefeituras faziam a emissão de boletos de tributos pela internet. A matrícula na rede pública de ensino (3,7%) e o agendamento de consultas médicas (3,3%) online também eram oferecidos por poucos municípios em 2019.

“A tecnologia vem para facilitar todos esses processos. Precisamos fazer com que essa percepção seja cada vez mais adotada por gestores públicos, uma vez que também facilita o dia a dia do cidadão”, destaca o empresário.

SERVIÇOS PÚBLICOS DIGITAIS NA PANDEMIA

Na pandemia, diversos setores da economia tiveram que adotar o isolamento social. E não foi diferente com órgãos públicos que, em sua maioria, migrou para o home office. A adesão à ferramentas que facilitassem o atendimento à população e gestão dos processos internos de forma remota, nesse momento, teve grande procura.

“Nós liberamos para prefeituras parceiras da empresa, por exemplo, o CIDADE MOB, uma ferramenta que  permite que os cidadãos façam ou solicitem uma série de tarefas pela internet, como abertura, consulta e tramitação de processos, licenciamentos ambientais, contratos, aditivos e empenhos, emissão de guias para pagamento de tributos, consulta de crédito da NFS, como também emissão de certidões, alvarás e consulta de autenticidade, entre outros”, explica Jeferson Silva, diretor executivo da GOVBR.

Ele complementa dizendo que uma sessão específica sobre o coronavírus também foi criada com informações sobre a transmissão do vírus e dados que permitem ao cidadão o acompanhamento de casos no município, através de gráficos que mostram a evolução da doença:

“Com essa iniciativa nós estamos contribuindo para uma Brasil melhor, pois essas soluções proporcionam os meios para as cidades manterem os serviços públicos em funcionamento com toda a segurança para seus agentes públicos e população, visto que esses processos são executados de forma remota, tanto pelo seus celulares como em nuvem,  evitando que as pessoas saiam de suas casas”.

Implantar uma nova tecnologia não é o suficiente para gerar bons resultados e tornar uma gestão eficiente. É necessário entender as necessidades de todos os envolvidos para propor uma solução viável e, nesse sentido, outra novidade anunciada pela GOVBR nesse ano foi o Portal de Serviços.

Marisandra Modelski, analista de negócios da empresa e envolvida diretamente no desenvolvimento e execução do produto, destaca que o objetivo é oferecer uma solução tecnológica que irá democratizar o acesso aos serviços dos municípios:

“A plataforma tem a capacidade de agilizar etapas na prestação de serviços, através do seu detalhamento. Com informações claras e precisas, o município oferecerá mais autonomia ao cidadão, que pode escolher o momento mais adequado para fazer suas consultas e solicitações. Tarefas simples como consultar débitos ou emitir certidões se tornam muito mais fáceis para todos os envolvidos no processo. Tudo com segurança e confiabilidade”.

No Portal GOVBR, estão reunidos serviços como Consulta de Débitos, Emissão de Guias de Pagamento, Emissão de Certidão Negativa de Débitos (CND), Emissão de NFS-e, Emissão de Guia de IPTU, entre outros. 

0
Would love your thoughts, please comment.x
()
x